Menina recebe visita de Jesus e é curada após ser desenganada pelos médicos

Brittany Bakenhaster foi curada por Jesus de epilepsia grave.

25-04-2017 | Atualizada em 25/04/2017 09:33

criança segurando as mãos de um adulto

Criança recebe oração de uma adulto.

Com apenas 3 anos a pequena Brittany Bakenhaster já sabia os louvores entoados em sua igreja e recitava alguns versículos da Bíblia. Porém, sofria de uma doença grave, que causava epilepsia.

Apesar de a doença ser genética e Brittany ter herdado de sua mãe Jamie, o caso era grave e não podia ser controlado com remédios.

Quando a situação se agravou a ponto de a menina ter de usar capacete devido as frequentes quedas, a família ficou desesperada e não sabia mais como reagir à situação.

“Ela precisava de cuidados 24 horas por dia. Não importava se era noite ou dia, os ataques continuavam cada vez mais frequentes”, contou Bruce, pai de Brittany.

Quando completou 5 anos, Brittany teve uma crise mais séria, sendo obrigada a ficar hospitalizada durante três semanas.

“Os médicos tinham tentado de tudo; não havia nada mais que pudessem fazer”, lembra Jamie.

Desenganada, Brittany foi levada para casa para se despedir, pois os exames mostravam que o cérebro dela não aquentaria mais novas epilepsias.

“Eu sabia que ela estava perto da morte, mas continuava dizendo: ‘Senhor, você disse que iria cuidar dela”, conta Jamie.

Em uma busca desesperada por um milagre Jamie passou a noite acordada, intercedendo pela recuperação da filha.

Jamie afirma que na manhã seguinte a menina ficava repetindo o nome de Jesus e contando que havia recebido uma visita de um homem que tinha olhos como fogo e estava acompanhado de seres de luz.

“Eu sabia que ela havia encontrado Cristo”, acrescentou a mãe.

Imediatamente a família decidiu levar a menina de volta aos médicos que ficaram surpresos ao constatar que a menina estava curada.

“Uma das enfermeiras me disse: ‘É um poder superior’”, lembra Jamie. “E eu disse ‘Sim, é Jesus. Ele a curou’”.

O testemunho da família Bakenhaster foi compartilhado na CBN no programa Clube 700. Brittany já é uma adolescente e agora deseja ser psicóloga para poder ajudar outras pessoas.

SEU COMENTÁRIO