Ateus tentam proibir senador de compartilhar versículos bíblicos

Grupo ateísta acusa o senador de violar a constituição dos Estados Unidos.

06-09-2017 | Atualizada em 06/09/2017 13:34

Senador Marco Lubio com a Bíblia.

O senador Marco Lubio com a Bíblia.

Um grupo de ateus quer proibir o senador Marco Rubio, nos Estados Unidos, de publicar versículos bíblicos nas redes sociais.

O senador da Flórida pelo Partido Republicano foi alvo de críticas por parte de um grupo ateu por conta de sua fé.

Apesar das críticas feitas pelos ateus, Rubio disse que não irá deixar de compartilhar os versículos.

Marco Rubio usa a sua conta no Twitter para compartilhar alguns versículos diariamente e, por isso, passou a ser alvo de críticas pelo grupo Freedom from Religion.

Segundo o site Faithwire, o grupo enviou uma carta ao senador exigindo que ele deixe de compartilhar os trechos da Bíblia.

Na carta o grupo acusa o senador de violar a constituição ao compartilhar versículos e conteúdos que falam da fé cristã.

O grupo ateu chega a citar um versículo para tentar constranger o senador, afirmando que ele está sendo hipócrita.

“Se a lei e o seu juramento de defender a Constituição não são suficientes para convencê-lo a parar, talvez você considere ler Mateus 6: 5-6, em que Jesus condena a oração pública como hipocrisia no Sermão do Monte”, diz um trecho da carta.

Apesar de distorcer o contexto em que o versículo se insere, o grupo afirmou que Jesus Cristo condena a exposição da fé.

Além disso, o grupo afirma que ao usar a sua figura pública como político para divulgar questões sobre sua vida pessoal, ele estaria violando a Constituição dos Estados Unidos.

Na carta o grupo chega a calcular o período em que o senador americano passou a tuitar versículos bíblicos.

“Você vem tuitando versos da Bíblia para quase três milhões de seguidores. Parece que você começou a tuitar a Bíblia em meados de maio e tem feito isso regularmente desde então”, acusam.

Versículos bíblicos

O grupo Freedom from Religion também enfatiza que são mais de 60 versículos da Bíblia em três meses.

“Este não é um verso ou dois versos da Bíblia, mas mais de 60 versos da Bíblia em três meses. São versos suficientes para tuitar todo o Livro de Judas. Duas vezes”, argumentam.

Eles também afirmam que como o senador está em uma atividade política não pode parecer “endossar o cristianismo”.

“Ao vincular seu título político a uma página de mídia social, você intimamente entrelaçou sua posição pública com as mensagens que você envia nessa plataforma”, continuam.

Apesar das críticas o senador Marco Rubio não diminuiu a frequência de postagens dos versículos nas redes sociais.

SEU COMENTÁRIO